sexo oral
Initial participation:
joao
olá a todos, gostaria de tentar por aqui tentar entender o que nao me tem sido fácil. assim gostaria de saber qual a probabilidade de contrair hiv pelo facto de alguém seropositivo ( sem eu saber na altura) ter-me feito sexo oral. depois de conversar com 4 médicos sobre o assunto e dentro do chamado periodo no qual poderia fazer profilaxia, disseram que nao fui sujeito A situação de risco, e assim nao teria que fazer profilaxia. perguntei ainda se devia fazer um teste por esta situação , ao qual me disseram que por esta situação nao seria necessario.
concordam?
obrigado

Participation sent on 2008-02-14 00:00:00



Answers to this participation:
AJ


Compreendo a posição do Paulo, se há risco embora que mínimo, então há que prevenir, foi o que eu não fiz e agora sofro esta ansiedade em saber se está tudo bem ou não.

abr.

Reply sent on 2008-02-23 00:00:07
Kuko


Se não sabe até que ponto pode confiar nos comentários deixados no forum, então deve procurar outro forum que confie mais. As pessoas que pqrticipam neste espaço fazem-no de uma forma altruista, disponibilizando algum do seu tempo para ajudar pessoas como você que depois de uma \"hipotetica\" situação de risco se descontolam emocionalmente, o que se nota pelas suas inumeras participações sempre com a mesma questão e com direntes nomes.
Se duvida da credibilidade de quem tenta ajudar procure outros que lhe pareçam mais crediveis e deixe de tentar encontrar respostas impossiveis.

Reply sent on 2008-02-22 00:00:05
joao


olá francisca, tem a certeza no que me diz? gostaria imenso de me ver descartado desta situação. no entanto, continuo a pensar no assunto dia e noite, sem volntade de sair de casa e de enfrentar a \"vida\". continuo constrangido com a situação.
pois é a primeira vez em que me é feito sexo oral sem preservativo, o que me leva a andar descontrolado com a gestão das minhas tarefas e pensamentos.
___
a acrescentar ainda :
nao sei até que ponto podemos confiar nos comentário deixados no forum, isto porque não sabemos se são ou nao gente em quem possamos dar crédito.
gostaria ainda de saber se o forum é gerido por especialistas para que não haja aqui falta de credibilidade ( dada a seriedade dos assuntos_)

cumprimentos a todos
joão.

Reply sent on 2008-02-21 00:00:10
Francisca


Relativamente ao risco, quando respondem, são regra geral os especialistas daqui mesmo que excluem a hipótese de o considerar. Apenas me baseei nessa leitura. Já deve ter lido a página deste sítio: http://www.aidsportugal.com/article.php?sid=3356

Reply sent on 2008-02-21 00:00:06
sónia


ao paulo.

em que se argumenta paulo? dado que aqui foi expresso o modo e a situação?

Reply sent on 2008-02-20 00:00:09
Paulo


Boas
De facto dá-me a sensação que existe uma enorme falta de comunicação em relação ao que é de risco e o que não é. Pode perfeitamente acontecer de uma pessoa fazer 10 vezes sexo com uma pessoa + e não ficar infectado e fazer uma vez sexo oral com essa mesma pessoa e ficar infectado, memos provável mas é PERFEITAMENTE POSSIVEL. Posto isto acho que não devem de se considerar que por tendo estado sujeito de uma maneira é provável que esteja tudo bem. PREVENÇÃO é a palavra de ordem.

Reply sent on 2008-02-20 00:00:08
joao


devo entao ficar descançado?

Reply sent on 2008-02-17 00:00:02
joao


ola kuko, e francisca, de acrescentar qeu no dia seguinte a essa exposição fiz realmente teste num CAD, e por situações anteriores estava eu descançado tal como se provou- NEGATIVO. a minha preocupação restringia-se mesmo a essa situação.

Reply sent on 2008-02-17 00:00:01
Francisca


Por esta situação, não. Mas porque não fazer um teste gratuito num CAD, sobre relacionamentos anteriores?

Reply sent on 2008-02-15 00:00:04
Kuko


Segundo vários estudos,sexo oral activo acarreta um risco baixo para a infecção hiv, o sexo oral passivo (quem recebe) ainda comporta um risco muito mais reduzido e para muitos especialistas na area, não comporta nenhum risco. Como tal a informação que lhe foi dada pelos médicos, os técnicos mais capazes para informá-lo correctamente, parece-me a mais acertada.

Reply sent on 2008-02-15 00:00:03